Hoje, Amanhã e Sempre

Cleide Canton Garcia

Se olhares para o tempo que se foi
Com a convicção de ter aprendido,
Com a serenidade do dever cumprido,
Com o sorriso do amor doado,
Com o prazer de ter sido amado,
Sem mágoa pela dor sentida,
Sem os queixumes da partida
Sem o ranço da ignorância,
Sem vestígios de intolerância,
Verás:

Que o dia de hoje é o mais ditoso,
Que o teu viver é maravilhoso,
Que o teu sonho hás de realizar,
Que não perdes por esperar!

Não permitas que teu coração
Se esconda na desilusão.
Não deixes que tua doçura
Se corrompa na amargura.

Confia naquilo que podes!
Nunca te acomodes!
Aceita o que não modificas!
Invista no que edificas!

Voa nas asas da tua liberdade!
Pois não há maldade alguma
Em ter bem vivido e sentir saudade!