Trabalho

Houve um homem que morreu e se viu em um lugar lindo, rodeado de todo conforto concebível. Um ser vestido inteiramente de branco veio até ele e disse:

— O senhor aqui pode Ter qualquer coisa que desejar; qualquer iguaria, qualquer prazer, qualquer tipo de entretenimento.

O homem ficou encantado, e por vários dias deliciou-se com todos os manjares e deleites que sonhara na Terra. Um dia, porém, entediou-se daquilo tudo e, chamando o atendente de trajes brancos, explicou:

— Estou cansado disso tudo. Preciso de alguma coisa para fazer. Que tipo de trabalho você pode me oferecer?

O atendente de banco sacudiu a cabeça melancolicamente e respondeu:

— Sinto muito, meu senhor. Essa é a única coisa que não podemos lhe oferecer. Não há trabalho aqui.

Ao que o homem retrucou:

— Essa não! Eu poderia bem estar no inferno.

O atendente respondeu com brandura:

— E onde o senhor pensa que está?

Margarete Stevens