Amizade... O Verdadeiro Amor

Já se falou muito sobre Amor, sobre Amizade, sobre a confusão que muita s vezes se faz entre esses dois sentimentos que, de tão parecidos, chegam realmente a ser confundidos.

Muitas vezes, por querermos muito bem a uma pessoa, julgamos estar amando, quando na verdade o que sentimos é uma profunda amizade.

Bem... na verdade penso que a amizade muitas vezes é um sentimento superi or ao amor, pois não implica em nada mais do que gostarmos de uma pessoa, desinteressadamente.

E, convenhamos, não existe nada melhor do que alguém gostar de nós, independendo de nosso aspecto físico, se somos ricos ou não.

Enfim... gostar, pura e simplesmente...

Apreciar o papo, a companhia...

Nada mais gratificante, descobrir que somos capazes de despertar em outras pessoas sentimentos como

A Amizade.

O grande ídolo das candidatas a Miss Qualquer Coisa

Antigamente, era Antoine du Saint Exupery, com seu badalado Pequeno Príncipe, que era o livro de cabeceira de todas elas, até das que não sabiam ler...

Acontece que nosso querido Saint Exupery não escreveu somente o Pequeno Príncipe. Além de outras obras menos badaladas, também foi autor de frases muito bacanas, como esta:

O verdadeiro amor começa quando nada se espera em troca.

Sem qualquer sombra de dúvida, quando gostamos realmente de alguém, sim plesmente gostamos e não esperamos conseguir qualquer vantagem com isso.

Isso se aplica principalmente com a mais pura expressão de amor, que é a AMIZADE.

Se alguém nos inspira confiança suficiente para que possamos consider á-lo como amigo, devemos estar prontos para partilhar de seus sentimentos.

Dividir suas alegrias e tristezas.

Regozijarmo-nos com suas vitórias e procurarmos consolá-lo em suas derrotas.

Tudo isso, claro, sem esperarmos nada em troca, exceto que essa amizade seja retribuída na mesma proporção, pois qualquer sentimento que seja unilateral não é bom.

Fica impossível gostarmos de quem não aprecia nossa companhia.

Aí passa a ser masoquismo.

Por outro lado, se dedicamos amizade a alguém e esse alguém só está procurando explorar nosso

Sentimento para tirar alguma vantagem, ficamos muito frustrados se descobrirmos que estivemos enganados durante algum tempo, sobre os reais sentimentos desse alguém.

É muito desagradável chegar-se à conclusão de que dedicamos nossa amizade a alguém que só tentava nos prejudicar, ou então que só visa a algum benefício. A falsidade dessas pessoas faz muita gente acabar meio descrente na humanidade... mas não se pode generalizar a esse ponto. Se uma pessoa burlou seus sentimentos, não se esqueça de que existem muitos outros amigos sinceros, prontos para escutá-lo

E confortá-lo.

Enfim, nunca fica muito fácil definir-se a sinceridade dos sentimentos, porque a tendência do ser humano é mascará-los, já que admiti-los, por vezes, se confunde com admissão de fraqueza.

Aliás, esse é outro ponto a ser abordado: Por que para muita gente é tão difícil dizer eu te amo, ou mais simplesmente, eu gosto de você.

Muitas vezes percebemos esse sentimento em outras pessoas, que se recusam a admiti-los publicamente.

Guardam em seu íntimo, e ficam tristes quando não conseguimos advinhá-los.

Por hoje, vamos ficando por aqui, procurando espalhar essa doença chamada AMIZADE para todos. Esperemos que não surja

Nenhum antivírus para combater essa epidemia.

Para tanto,

Sejam Amigos, Tenham Amigos e que Todos Tenhamos um Lindo Dia.