As palavras do meu dicionário

Escritor ou poeta que se preze não devem se limitar apenas a escrever poemas ou a contar histórias, devem inventar uma nova linguagem para traduzir os seus sentimentos e para traduzir-se aos que tentam entender o que dizem.

Conheço muita gente que usa de abreviaturas para dizer o que quer, uns o fazem por preguiça e outros por estilo e isso me inspirou a criar no meu mundo novas palavras para a minha linguagem.

Sublime na língua dos homens pode ser um adjetivo que quer dizer perfeitíssimo, excelente, encantador ou um substantivo masculino que quer dizer o mais alto grau de perfeição, o que há de mais elevado nos sentimentos, nas ações.

Na minha Linguagem Sublime é a mais belas das palavras, é um beijo que nada poderia impedir de acontecer, é um desejo atendido, é um sonho que vira realidade, Sublime para mim é o ato de fechar os olhos e ver melhor com eles fechados do que com eles abertos.

Cativar na língua dos homens é tornar cativo, prender; dominar; escravizar e na minha é seduzir, encantar, sem precisar tornar escravo, é prender sem precisar de grades com um pássaro que a gente tem que é livre para voar e sempre volta sem precisar chamar, no meu dicionário cativar é agradar quem já é dono de mim.

Seduzir na língua dos homens é enganar, corromper, por meio de insinuações ou falsas promessas, fazer cair em erro ou culpa e na minha língua é encantar sem precisar mentir ou enganar, é ligar uma chave no coração e desligar um botão na cabeça, é trazer para o meu mundo quem eu quero amar.

O amor de tão grandioso não tem como abreviar e no máximo dá pra somar, inventei amore, que para os homens é amor em italiano, mas na minha língua é amo de amor mesmo e re de repetir. Assim o re vem no final só para a palavra voltar sempre pro começo, o amor para mim é infinito e repetido, as histórias de amor sempre se repetem comigo.

Tevelo é a minha versão de te vejo logo, amovomaquetu é // amo você mais do que tudo//, talvez isso tudo venha do mundo da minha adolescência onde inventava um alfabeto inteiro só para codificar meus diários ou da língua que inventei para falar com o meu amigo invisível quando era criança. Kaj mi scias, ke am' estas bona afero (Eu sei que o amor é uma coisa boa)

O esperanto é uma idéia maravilhosa, criaram uma língua que pudesse ser falada pelas pessoas de todos os lugares do mundo, nada mais humano que isso, nada mais bonito que isso... e eu querendo inventar uma só minha, que egoísta, né?

Mi parolos nur pri mia viv', Vivo pli gravas ol la rev'(esperanto)

Que te con uomo ie vivire, vid é meor que sonhe(minha língua andr ees)

Quero lhe contar como eu vivi, viver é melhor do que sonhar.

Quando escrevemos algo que sai do nosso pensamento estamos inventando novos significados para velhas palavras, dizemos velhas coisas com novas idéia se à medida que vamos criando um novo texto nos também nos reinventamos como pessoas, se fazer entender é uma arte em qualquer língua seja.

Multe pli ol du grandaj amikoj, Kaj la pacon ene de la kor' (muito mais do que dois grandes amigos em longos anos em busca de paz).

Watashi no nozomu koto wa shiawase de aru koto dêsu (japonês)

Alles der ich Smögen ein glücklich (alemão)

(Tudo o que eu quero é ser feliz)