Medidas para sapato

Autoria Cris Lacerda

Um filósofo chinês, Hanfeitse, escreveu a parábola Medida para Sapatos que expressa muito bem o que vem predominando hoje em dia, a falta de confiança em si mesmo.

Certo homem de Cheng ia comprar um novo par de sapato. Primeiro tomou as medidas dos pés, e deixou-as na cadeira.

Quando foi para a rua, esqueceu-se de levá-las, e depois de entrar numa sapataria, disse consigo mesmo: Oh, esqueci-me de trazer as medidas e tenho de voltar para buscá-las . E assim o fez.

Mas, ao regressar, a loja já estava fechada e ele deixou de comprar os sapatos.

Ao ver a decepção do homem, um transeunte inquiriu o que havia sucedido e ele explicou.

— Por que não fizeste provar os sapatos mesmos nos pés?

Cheng respondeu: - Eu confiava mais nas medidas que em mim mesmo.

Muitos de nós perdemos a originalidade e até a essência por confiar mais no gosto alheio. Deixamos de ser nós mesmos para ser igual a fulano ou beltrano, deixamos de lado tantas coisas só para não demonstrar que somos assim ou assado e passamos imitar os outros, creditando-lhes a nossa própria personalidade.

Gente, cada um é único e traz consigo uma bagagem de vivências, que torna singular e por mais que haja dissimulação no sentido de copiar os outros, de tentar passar uma realidade camuflada que não é a nossa, jamais deixaremos de ser quem somos e nossa marca registrada deve ser coerente conosco.

Lembremo-nos sempre que nossas sombras são projetadas e elas são fiéis ao nosso corpo.